As noites de sexta-feira começam com um concerto que dá o mote à jam session, aberta a todos os músicos que queiram vir participar neste movimento. Ligado à tradição como ponto de partida para os diversos percursos da música improvisada e do jazz contemporâneo, este encontro semanal é um ritual antigo, sempre novo, sempre diferente.

Ana Luísa Voz

Ricardo Moreira Piano

Pedro Molina Contrabaixo


Espaço Porta-Jazz

Praça da República 156, 4000-291 Porto


5€ / 3€ Membros (doação sugerida)

Membros
Imagem Jam hosted by Ana Luisa

Foto: Carolina Frazão

Implosão constitui o segundo projeto de música original liderado pelo trompetista e compositor Ricardo Formoso (A Corunha, 1986). Apresentado no Teatro Rivoli do Porto, durante a 10ª edição do Festival Porta-Jazz, este conjunto de composições sucede o muito bem recebido Origens (2017), também editado com o Carimbo Porta-Jazz.

Esta proposta artística traz um verdadeiro mosaico de talentos e geografias. Está-se a falar de um quinteto formado pelo próprio Ricardo Formoso (fliscorne), pelo canadiano Seamus Blake (saxofone tenor), pelo catalão Albert Bover (piano), pelo argentino Demian Cabaud (contrabaixo) e pelo português Marcos Cavaleiro (bateria). A solidez, versatilidade e sofisticação presentes tanto na interação, como no discurso individual, aportam profundidade, surpresa e magia às composições idealizadas pelo trompetista. Entre si, formam uma bela amostra da história recente do jazz, com carreiras ligadas a figuras notáveis do meio, de várias gerações.

Implosão contém um repertório desenhado para propiciar a reação entre as estruturas moleculares que configuram a essência e voz dos elementos desta formação, num contexto determinado pelo arranjo cuidado, a improvisação e a descoberta do cosmos.

Ricardo Formoso Fliscorne

José Pedro Coelho Saxofone Tenor

Albert Bover Piano

Demian Cabaud Contrabaixo

Marcos Cavaleiro Bateria


Espaço Porta-Jazz

Praça da República 156, 4000-291 Porto


5€ / 3€ Membros (doação sugerida)

Membros
Imagem Ricardo Formoso

Teresa e Nicky conheceram-se em 2021 a tocar juntas. Deste primeiro encontro guardam a memória de uma conversa sem palavras sobre o reconhecimento da fragilidade, o humor e a brincadeira, paisagens bucólicas, bruxaria e até gritos reivindicativos.

São uma flautista e uma saxofonista, mas podiam ser outra coisa qualquer. Do Porto e de Atenas respectivamente, trazem experiências musicais muito diversificadas na manga, e irão celebrar nos maus hábitos o seu terceiro encontro.

Teresa Costa Flauta

Nicky Kokkoli Saxofone


Maus Hábitos

R. de Passos Manuel 178 4º Piso, 4000-382 Porto


Entrada Livre

imagem Jazz à Mesa

As noites de sexta-feira começam com um concerto que dá o mote à jam session, aberta a todos os músicos que queiram vir participar neste movimento. Ligado à tradição como ponto de partida para os diversos percursos da música improvisada e do jazz contemporâneo, este encontro semanal é um ritual antigo, sempre novo, sempre diferente.

Filipe Dias Guitarra

Gonçalo Sarmento Contrabaixo

Antón Quintela Bateria


Espaço Porta-Jazz

Praça da República 156, 4000-291 Porto


5€ / 3€ Membros (doação sugerida)

Membros
Imagem Jam hosted by Filipe Dias

A minha masterclass será uma demonstração aberta do que faço para me preparar musicalmente para uma atuação, e uma revisão da minha própria história e desenvolvimento musical. Isso inclui ser um principiante, aprender a ouvir e a identificar as alturas, e como estas se relacionam com a harmonia convencional.

Também estarei aberto a perguntas sobre as minhas próprias gravações e sobre outros músicos com quem trabalhei.


Entrada Livre

Inscrições producao.portajazz@gmail.com

Espaço Porta-Jazz

Praça da República 156, 4000-291 Porto


5€ / 3€ Membros (doação sugerida)

Membros
Imagem Materclass Bill McHenry

O guitarrista e compositor mexicano Eddie Mejía apresenta o seu primeiro álbum como líder com a editora Fresh Sound New Talent, com um quarteto internacional que inclui Bill McHenry, Ramon Prats e Masa Kamaguchi. Música intensa e profunda que funde a tradição e a música contemporânea na música original de Mejia. Um concerto imperdível.

Eddie Mejía Guitarra

Bill McHenry Saxofone Tenor

Ramon Prats Bateria

Masa Kamaguchi Baixo Acústico


Espaço Porta-Jazz

Praça da República 156, 4000-291 Porto


5€ / 3€ Membros (doação sugerida)

Membros
Imagem Eddie Mejia Quartet

Viajando desde as primordiais Culturas Neolíticas e passando pela antiga Mesopotâmia, este duo peculiar trará a estes tempos modernos a simbiose entre um instrumento percussivo, a Bateria, e um instrumento de cordas, a Harpa.

Ora, considerando que os tempos em que vivemos diferem, no seu todo, dos tempos nos quais originaram estas duas criações, João e Frederica aplicam conceitos modernos musicais através do uso de eletrónica – assumindo-se assim, cada um deles, como o elo entre os exórdios da natureza humana, o seu desenvolvimento até ao presente e as possíveis linhas temporais que nos aguardam antes de atingirmos o paroxismo de Erebus

João Alves Bateria e electrónica

Frederica Campos Harpa e electrónica


Maus Hábitos

R. de Passos Manuel 178 4º Piso, 4000-382 Porto


Entrada Livre

Eventos Passados